Musics....

domingo, 26 de maio de 2013

A nova paleta ( Caris Garcia)

A nova paleta ( Caris Garcia)

Uma vida em preto e branco
antes de você, este era meu retrato
Pobre ópera de um só canto
lágrimas envenenadas, triste relato

Caminhava só, em busca frenética
A auto-destruição minha companheira
Vivia sem amor nem ética
A dor não era passageira

Um gole da amarga polpa da injustiça
Nem tudo é como parecia ser
A escuridão também enfeitiça
Nem a morte eu podia mais temer

Em um dia sem nuvens você surgiu
Raios de mil megatons me atingiram
E meu pulso bateu, o coração rugiu
Em meu corpo as estrelas se feriram

Depois de muito tempo no escuro
A luz que vinha de você me cegava
Eram sensações novas, te juro
Somente te perder eu receava

Um caminho novo surgia
Muitas lições novas para aprender
Você? Trouxe toda artilharia
Envolveu minha alma sem se arrepender

O mundo voltou a fazer sentido
Com o brilho de seu sorriso maroto
A melancolia você havia banido
Em meu coração, o amor, novo broto

As cores invadiram minha existência
Com uma tsunami de fraternidade
Nasceu um novo meio dia
Repleto de paixão e bondade

2 comentários:

Jorge Teixeira da Costa disse...

Eu adorei a construção do texto.
Faz jus a você autora.
Muito bom.
Gostaria do reverso da moeda.
Que você visitasse meu blog.
Mas lá e uma bagunça tamanha.
Que bem melhor e eu ficar quieto no meu galho.
Abraços.
seujorge.

jackeline disse...

uma nova paleta... um novo alento... um novo tempo...das sombras à luz de mil cores na nova paleta, pincelam a alegria e esperança... esse é o sinal, o toque de Deus que entremeia a luz e a escuridão, num equilíbrio perfeito. Parabéns pela escrita miga
Jack