Musics....

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Anjo Radiante (Caris Garcia)

Anjo Radiante
(Caris Garcia)



Ilustração: Teigi Hirae

Eu me aposso de tuas verdades
Porque elas também são minhas
Tudo é simples na tua complexidade
O que eu quero dizer? Adivinha...

Tu adentras em meu universo
Porque possui todas as chaves
Eu te amo verso após verso
Já te enviei as sorrateiras aves

As flores que te trazem a mim
É um doce aparato da intervenção
O frescor das doces ervas de jasmim
Quase desmaio quando envia sua radiação

Zonas perfeitamente tão identificadas
Alcançando as minhas veias mais profundas
O fogo azul que me joga do tudo para o nada
Talvez eu reveja as frases de Pablo Neruda

Embaralha meus níveis de tensão à deriva
Em regiões de estruturas tão opostas
Alinho meus clássicos em comitiva
Jogo-me em suas ribanceiras! Mesa posta!

O zelo da espantosa especulação
dá origem do sólido e robusto pensamento
Anjos e demônios que me guardam com devoção
Distante de tudo... Não, não aguento!

Esse mundo tão apartado de nossa redoma
Manifestando fixos e miraculosos intervalinhos
Farei então uma coleção de diplomas
Para aguentar a nostalgia de nosso ninho

"A chuva não cai para o trigo crescer"
Do princípio das folhas, o esboço
O que eu fiz para te merecer?
O canto, a harpa, o amor, a origem do colosso...

A Real sociedade de nossas particularidades
Habitantes com passagem só de ida
"O amor não tem idade "
Senhora Saudade, sente-se, seja bem vinda...

São numerosas as nossas considerações
A causa sem resultado às forças vitais
Como se ameniza a ausência das ações
Se o controle se desgoverna em infinitos "ais"

A criação distinta da ilha e suas teorias
Estou sempre saindo do meu carril…
O tempo que não existe e a crença da agonia
Olhar distante... Preces jogadas ao céu anil...

Se o verbo, o princípio seria,
O que descarrilharia das estações o trem...
Na busca da insana sabedoria….
O seu abraço me dizendo baixinho... Vem!



https://www.youtube.com/watch?v=vqDgLR1w15M

2 comentários:

Yehrow disse...

Postei comentário no R. L. , depois eu volto em "Meu Universo" complemento. Acrescento que sua poesia esta estonteante, digo com louvor! Beijos.

Katya Flavia disse...

Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias.

A realidade
Sempre é mais ou menos
Do que nos queremos.
Só nós somos sempre
Iguais a nós-proprios.

Suave é viver só.
Grande e nobre é sempre
Viver simplesmente.
Deixa a dor nas aras
Como ex-voto aos deuses.

Vê de longe a vida.
Nunca a interrogues.
Ela nada pode
Dizer-te. A resposta
Está além dos deuses.

Mas serenamente
Imita o Olimpo
No teu coração.
Os deuses são deuses
Porque não se pensam.


... alarmantemente lindo, adorei Caris...