Musics....

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

MÚLTIPLAS ROTAS - Caris Garcia

MÚLTIPLAS ROTAS
(Caris Garcia)

A doçura do terno equílibrio
caixa de música, bailarina
subida íngreme sem martírio
refresco num lago azul-piscina

A verdade da consciência, a paz
céu tão azul, brando e límpido
Evolução? Quero mais, bem mais
desses fogos, o colorido estampido

o pisar tão forte, tão maduro
uma fortaleza que jamais quebra
a Reforma Protestante de Genebra
é difícil vencer esse urso-escuro

o pensamento pode reter as emoções
Reger o próprio destino e vencer
Concerto de pianista, comum-de-dois
Conjunto de obras únicas, ateliê

Não tema nenhuma pedra nesta ida!
neste ato de subir esta montanha
Solte essa voz hoje um pouco fanha
E dança alegremente as rotas da vida!

Um comentário:

Fernanda Odaguire disse...

Seu poema não tem apenas rimas ricas, tem conteúdo, tem história, tem cultura! parabéns por mais uma nova faceta!