Musics....

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Jardins de inverno (Caris Garcia)

Jardins de inverno
(Caris Garcia)


Por onde anda, dos olhos o brilho?
O viço, adormece nas baixas temperaturas?
Como se afoga nas lágrimas o empecilho?
Acha-se força só no amor... Que para sempre dura....

Compondo um jeito de sentir as flores
Mesmo que dentro do casulo a neve invada
Ainda trago o tempero da terra e seus sabores
Emano o chamado profundo dentro da tua morada

As cerejeiras do inverno desabrochando
A mente em espirais, batendo asas da poeira
Organização peculiar... A voz no comando
Este frio que insiste bater na porteira

Glicínias que resistem aos graus mais baixos
Trazendo a experiência da sábia natureza
A sagrada árvore, a terra e o riacho ...
São os viridários celestiais espantando a tristeza?

Manacás da serra, e suas cinco asas impressiona
O sentir dos aromas enriquecendo a paisagem
O choro arrastado da velha e rica sanfona
Na fagulha de pirilampos e vaga-lumes na bagagem

Azaleias vindas da China em várias colorações
O uivo dos ventos recitando o amor verdadeiro
Nada justifica minhas infinitas exclamações...
Só ao teu amor me entregaria! Doce cancioneiro...

Por fim, do sul, da minha terra, as hortênsias...
Lá, onde enterro tudo que na vida encontrei
Minha alma parte sem vetos ou confidências
De volta aos jardins de inverno, em paz repousarei...


>>> "Para não dizer que não falei das flores... "
https://www.youtube.com/watch?v=A_2Gtz-zAzM

2 comentários:

Rodrigo Amaral disse...

BELÍSSIMO TEXTO !!!

Obra encantadora e muito bem redigida, meus parabéns minha "linda Flor".

Te amo muito, continue sempre assim.

Rodrigo Amaral

Flores para você:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Flor#mediaviewer/Ficheiro:Sunflowers.jpg

Yehrow disse...

Um amor assim viaja no tempo, nas palavras. E quem sabe traz pra junto dos nossos corações quem se quer trazer pra perto nem que seja em pensamento. Linda e inspirada poesia! Boa tarde, Caris.